ÚLTIMA HORA

CARIRI

POLICIAL

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Polícia fecha fábrica de armas no Cariri e prende homem de 56 anos

Uma oficina usada para fabricar e concertar armas de fogo foi fechada nesta segunda-feira (3), na cidade de Boqueirão, no Cariri paraibano. No local foram apreendidas espingardas, coronhas de armas e vários equipamentos para fabricação e manutenção. Um homem de 56 anos foi preso suspeito de coordenar o local. 

A apreensão aconteceu na zona rural do município, quando uma equipe do 3ª Companha de Polícia Militar Independente, fazia rondas pelo município e suspeitou de uma movimentação estranha no local. Dentro da oficina foram apreendidas sete espingardas do tipo “soca-soca”, 46 coronhas de espingardas e outros equipamentos. 

De acordo com a Polícia Militar, a especialidade do homem de 56 anos era fazer as manutenções destes tipos de espingardas, mas ele também é suspeito de fabricar armas. O homem e os materiais foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Boqueirão.

Com Jornal da Paraíba

Corpo de idoso é encontrado em cidade do Cariri

No final da noite desta segunda-feira (03) por volta das 23:40hs o corpo do aposentado de 74 anos foi encontrado no sítio Malhada da Pedra na zona rural de Sumé.

O aposentado morava no sítio Riacho Das Porteiras, tinha saído pela manhã e até a noite não tinha voltado para casa.

A família do aposentando preocupada já havia comunicado a policia sobre seu desaparecimento.

O corpo não aparentava sinais de violência, mas foi levado pra fazer a autopsia para se descobrir as causas da morte.

Com De Olho no Cariri

11 municípios do Cariri paraibano estão com risco de surto de dengue

Um total de 80 municípios da Paraíba estão em situação de risco para surto de dengue, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta segunda-feira (3) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Há ainda 99 municípios em alerta e 36 em situação satisfatória. Apesar disto, também foi apontada uma redução de 72,57% no registro de casos de dengue no estado no mês de julho em relação ao mês de junho.

De acordo com a SES, durante o mês de julho, 215 municípios realizaram o 3º levantamento de índices e segundo esses dados, 80 (35,8%) municípios estão em situação de risco para surto.

Entre os municípios em situação de risco para surto estão as cidades da região do Cariri: Amparo, Barra de Santana, Caraúbas, Desterro, Juazeirinho, Livramento, Ouro Velho, São Domingos do Cariri, São João do Tigre, Sumê, Taperoá.

Por outro lado, segundo a SES, em todo estado, no mês de julho, foram notificados 822 casos, enquanto no mês de junho foram 2.997 casos. Mesmo assim, a SES ressalta que a população deve se manter alerta quanto à proliferação do mosquito Aedes aegypti.

De acordo com a gerente executiva da Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega, a redução na notificação dos casos de dengue pode estar associada ao período chuvoso, já que a infestação do mosquito é sempre mais intensa no verão, clima que propicia a eclosão dos ovos do mosquito.

“Apesar da redução dos casos notificados,  todos os municípios devem manter a vigilância do controle do mosquito causador da dengue, tendo em vista que o resultado do LIRAa, realizado em julho, sinalizou que em 80 municípios há situação de risco para a dengue”, informou.

LIRAa

O LIRAa é o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti, desenvolvido e adotado pelo Ministério da Saúde, a partir de 2003, para monitorar a densidade larvária, por meio de indicadores. Os resultados, além de apresentarem a média dos indicadores larvários, revelam os espaços com maior densidade de larvas, o que contribui para o direcionamento e, talvez, maior efetividade das ações de combate do mosquito.

Com G1

Operação da PF investiga sonegação de R$ 5 milhões em tributos na Paraíba

A Polícia Federal (PF), o Ministério Público Federal (MPF), a Receita Federal e o Imeq (equivalente ao Inmetro/PB) deflagraram, na manhã desta terça-feira (4), a Operação Mandarim, com o objetivo de apurar possíveis irregularidades em transações de importação de mercadorias. O alvo das investigações é um grupo que comercializa produtos importados em seis lojas de João Pessoa.

Estão sendo cumpridos nove mandados de busca e apreensão nos seis estabelecimentos comerciais e em duas residências e um escritório de contabilidade. Segundo divulgado pela Polícia Federal, os investigados na operação são suspeitos de crimes de descaminho, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro.

Ainda conforme a PF, o esquema já teria causado prejuízo de R$ 5 milhões aos cofres da União. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 16ª Vara Federal da Seção Judiciária da Paraíba. 

Participam da Operação Mandarim cerca de 60 policiais federais, 20 servidores da Receita Federal e seis servidores do Imeq. 

Com Portal Correio

PARAÍBA

POLÍTICA

GERAL

 
Copyright © 2013 - 2015 Cariri da Gente ● O Cariri de ponta a ponta!
E-mail de contato: cariridagente@bol.com.br